newt-5

Imagem: Miguel Vieira

Não mexa com uma salamandra áspera.



Você pode pensar que esta salamandra aparentemente inócua não faria mal a nada além dos minúsculos invertebrados que ela come, mas esses anfíbios de 10 cm de comprimento irão surpreendê-lo.



Nativos da costa oeste dos Estados Unidos e Canadá, os tritões de pele áspera são conhecidos pelas pequenas glândulas em sua pele que exalam uma bactéria extremamente mortal.



Essa bactéria produz tetrodotoxina, uma potente neurotoxina que paralisa os músculos e interrompe todos os movimentos do diafragma e do coração.

Um cinegrafista conseguiu capturar os efeitos dessa toxina em um filme.

No vídeo, uma salamandra forrageira encontra inicialmente uma cobra-liga faminta enquanto ela viaja pelo solo da floresta. As cobras-liga evoluíram de certa forma para tolerar o veneno da salamandra, mas conforme a salamandra se arqueava para exibir sua barriga laranja, a cobra decidiu que não valia o risco.



Uma sábia decisão da cobra. O próximo predador, um sapo-touro, não teve tanta sorte.

Pensando que era uma refeição fácil, esta rã-touro faminta engoliu a salamandra com uma mordida. Infelizmente para ele, as neurotoxinas liberadas em sua barriga o paralisaram lentamente e o mataram enquanto ele se sentava à beira da água. A salamandra então emergiu da boca da rã, completamente ilesa.

VER: